Encontro da astróloga com o arqueostronomista

Por Ana Lúcia Fernandez

Monumentos megalíticos, oficinas líticas, sambaquis, arte rupestre, planetas e asteróides. Junte tudo isso a dois palestrantes bárbaros, um público querido, descontraído e interessado. Um lugar pra lá de gostoso e acolhedor. Uma pitada generosa do frescor das noites do comecinho do outono e outra de cultura. Acrescente um pouco de curiosidade e bote pra ferver no caldeirão. Mexa sempre com uma colher de interatividade. Pronto, está feito mais um encontro do Projeto Bruxaria na Faferia.

O segundo encontro do projeto Bruxaria na Faferia acontece dia 19 de abril, quarta-feira, às 19h30min. No caldeirão estarão dois assuntos que nos ajudam a entender melhor nossas questões como seres individuais e como componentes de uma civilização. Contaremos com a presença de dois bruxos, desta vez: uma astróloga e um arqueostronomista, que é o estudo da astronomia praticada por povos pré-históricos, por meio dos seus monumentos construídos pela observação dos astros.

A Bruxa e o Bruxo

A astróloga Ludmila Souza é membro da Central Nacional de Astrologia, jornalista com 30 anos de experiência. Considera astrologia um objeto de estudo permanente, é alguém que presta muita atenção em asteroides e ama ajudar pessoas a se conhecerem. Não abre mão dos pés no chão quando olha para as estrelas. Sua fala terá como tema os planetas e asteroides e as questões masculinas e femininas.

O arqueoastronomista Adnir Ramos é pescador da Barra da Lagoa, formado em biblioteconomia e antropologia. Descobridor dos alinhamentos megalíticos no estado de Santa Catarina, fundador e presidente do IMMA – Instituto Multidisciplinar do Meio Ambiente e Arqueoastronomia. Sua fala terá como tema os monumentos megalíticos e alinhamentos arquiastronômicos. A relação destes com os movimentos sociais nos último 12 mil anos neste planeta.

Bruxaria na Faferia tem o apoio da Pós-Graduação em Psicologia Transpessoal do IZen, da Pado In e dos Florais da Deusa.