MARROM VAN DYKE

2

FOTOGRAFIA ALTERNATIVA – MARROM VAN DYKE
8 de junho (sábado), das 14h às 17h30
Ivan Pigozzo 

RESUMO

No início do século 19, cientistas e artistas buscavam a imagem fotográfica impressa. Desde a descoberta da fotografia, em 1826, muitos processos, técnicas e equipamentos foram desenvolvidos com este objetivo, um deles é o Marron Van Dyke.

O processo combina sais que se tornam sensíveis à luz. O resultado são impressões com tonalidade marrom densa que definem a sua identidade. A denominação Marrom Van Dyke ocorre em função da tonalidade marrom obtida, muito semelhante àquela encontrada nos quadros do pintor flamengo Antoon Van Dyke, do século 17.

Atualmente, é um dos métodos alternativos de fotografia e é utilizado como possibilidade criativa da arte. Na oficina, cada participante passará pela experiência de imprimir seus próprios negativos. Da teoria à prática, a proposta é também oferecer uma iniciação aos processos alternativos e à história da fotografia.

NOTA: Cada participante deverá enviar 4 fotos antecipadamente para a impressão dos negativos digitais para ivanpigozzo@gmail.com.

METODOLOGIA

– Histórico e contextualização de processos fotográficos do século 19

– Apresentação de equipamentos, materiais e químicos para o processo Marrom Van Dyke

– Técnicas de uso e cuidados com o manuseio dos químicos

– Impressões de fotogramas e negativos pelo processo Marrom Van Dyke

VALOR
R$ 185,00

PRÉ-REQUISITO
Não há pré-requisitos

MATERIAL

Cada participante deve trazer:

– Ao menos 5 folhas de papel para aquarela 300g (pode ser 200g, mas resultado é inferior);

– Pincéis

– Avental ou roupa que possa, eventualmente, manchar;

Materiais Inclusos:

– Químicos para processo Marrom Van Dyke

– 4 Negativos digitais: 2 em 15x21cm + 2 em 8x12cm

PÚBLICO ALVO
Entusiastas da arte fotográfica
Idade mínima: 14 anos.

SOBRE O MINISTRANTE 

Ivan Pigozzo é formado em engenharia mecânica pela UFSC, mas desde sua formação em 2012 vem trabalhando com a fotografia. Atualmente é freelancer e fotodocumentarista, e foca seus trabalhos em “storytelling” e projetos sociais. Em 2017, se integrou ao projeto Ação Saberes Indígenas na Escola, onde atua como fotógrafo e video maker na elaboração de materiais audiovisuais para a escolas indígenas do estado de Santa Catarina.

Nesse mesmo ano, iniciou estudos em fotografia alternativa e desde então realiza oficinas de fotografia Pinhole, Processos Alternativos, e Fotografia Lambe-Lambe com uma câmera estilo Caixa-Afegã (Kmra-e-Faoree). Já ministrou oficinas em festivais, espaços culturais, feiras, escolas e centros sociais.

Instagram: @ivanpigozzo

Site: ivanpigozzo.wix.com/fotografia

MATRÍCULA

Pode ser realizada de três maneiras, mas sempre antecipada para garantir sua vaga

Preferencialmente por depósito bancário enviando um e-mail para faferiaoficinas@gmail.com

Na Faferia, em dinheiro, cheque ou cartão de crédito/débito, mas sem a possibilidade de parcelar. Aceitamos todas as bandeiras.

Ou por meio do PagSeguro do UOL, um ambiente seguro para compra online, aceitando todas as bandeiras de cartão de crédito com a condição de parcelar em até 18 vezes. Clique na imagem abaixo. Há opção de boleto bancário. Não é necessário ter cadastro no pagseguro para efetuar o pagamento. É rápido e seguro.

Anúncios